Interação Nacional e Internacional

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), através de RedeSist do Instituto de Economia, e, em parceria com o SEBRAE Nacional tem solicitado a parceria de professores do PADR para executar pesquisa na região, a exemplo do Estudo sobre o Arranjo Produtivo Local de Cinema na Região Metropolitana de Recife em 2008.
 
Foi foi seguido pelo Projeto Análise do Mapeamento e das Políticas para Arranjos Produtivos Locais no Norte, Nordeste e Mato Grosso e dos Impactos dos Grandes Projetos Federais no Nordeste, iniciado em 2009 e concluído em 2010, tendo sido contratado pelo BNDES cuja equipe e trabalhos referentes ao estado de Pernambuco foram coordenados pela professora Lúcia Maria Góes Moutinho do PADR. Esses trabalhos tiveram o objetivo de subsidiar a atual política do Banco e dos governos dos estados do Nordeste. 
 
A participação do PADR no Projeto acima mencionado pode ser expressa pelas seguintes Notas Técnicas referentes ao estado de Pernambuco: Notas Técnica - 2 Título da pesquisa: Arranjos Produtivos Locais no estado de Pernambuco: mapeamento, metodologia e identificação e critérios de seleção para políticas de apoio; Notas Técnica 4 - Título da pesquisa: Análise do Balanço de Pagamentos de PE e a importância dos APLs no Fluxo de Comércio do estado; Notas Técnicas 5 - título da pesquisa: Caracterização, Análise e Sugestões para Adensamento das Políticas de Apoio a APLs Implementadas em Pernambuco; Notas Técnicas 10 - título da pesquisa: Caracterização dos Grandes Projetos Federais em Pernambuco; Notas Técnicas 11 - título da pesquisa: Impactos dos Grandes Projetos Federais na economia de Pernambuco e Proposições de Políticas. Essas Notas Técnicas estão disponíveis na página da RedeSist. A Professora Lúcia Moutinho participa da Rede até o presente momento. 
 
A UNICAMP, através do Instituto de Economia, tem solicitado a parceria de professores do PADR para executar pesquisa na região, a exemplo da Avaliação do Programa Cédula da Terra- PCT e da Avaliação do Programa de Combate a Pobreza Rural, ambos financiados pelo Banco Mundial, tendo o Prof. Tales Wanderley Vital como coordenador do projeto. O MAPA, através do Instituto de Economia da UNICAMP e do IICA, realizou alguns estudos sobre cadeias produtivas, ficando o PADR responsável pelo estudo da cadeia produtiva de flores no Brasil, coordenado pelo referido professor. O PADR tem pesquisas financiadas por agências de fomento, como FINEP, CNPq, ETENE-BNB e BNDES. Também tem sido procurado por órgãos regionais, nacionais e internacionais (MDA-NEAD, BIRD, IICA, BID, PROMATA) para participar de avaliações de programas regionais em execução no meio rural nordestino e mesmo na montagem de programas e projetos para a região. A inserção social e regional do novo programa na sociedade é corroborada pela atuação dos docentes em pesquisas e consultorias para promover a melhoria da gestão dos agronegócios e da empresa familiar e para promover o desenvolvimento rural sustentável na região. 
 
Nessa mesma direção, destaca-se o trabalho de consultoria realizado pelo Prof. Tales Wanderley Vital para o FIDA - Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, no acompanhamento e avaliação de um projeto de desenvolvimento rural do Governo do Estado do Piauí, com foco nos sistemas produtivos rurais. 

A Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) é uma instituição de pesquisa no estado de Pernambuco. O PADR possui conjuntamente com a Instituição o projeto de pesquisa intitulado A INTERIORIZAÇÃO RECENTE DAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS E GRATUITAS DE ENSINO SUPERIOR NO NORDESTE: EFEITOS E MUDANÇAS. A pesquisa foi implantada em 2011 e está em andamento no ano de 2013. O objetivo geral da pesquisa é identificar e analisar impactos e mudanças provocadas pela inserção das universidades públicas e gratuitas nas áreas de influência dos municípios que recebem os novos campi, observando: 1. As mudanças socioculturais e educacionais; 2. As relações entre as trajetórias de vida dos universitários (dos professores e funcionários), suas carreiras, aspirações e projetos de ascensão social por meio da educação; 3. Os impactos nos fluxos migratórios: retenção e atração de pessoas diretamente correlacionadas com a implantação das IFES; 4. As relações entre universidade e mercado; 5. Os impactos no mercado de trabalho. A professora Lúcia Maria Góes Moutinho, a discente do PADR Andresa Lydia da Silva Firmino e o Prof. Luis Henrique Romani Campos (FUNDAJ) elaboraram o artigo intitulado: As Práticas de Cooperação, Aprendizagem e Inovação da Unidade Acadêmica de Garanhuns no APL de Leite e Derivados. Andresa Lydia concluiu sua dissertação nesse mesmo tema do projeto em janeiro de 2014. 

O PADR, através dos professores Tales Wanderley Vital e André de Souza Melo, auxiliou a FUNDAJ na organização o XIII Seminário Modernização Tecnológica Periférica que ocorreu nos dias 28 a 30 de agosto de 2013. O objetivo do Seminário é a discussão, com ênfase econômica, de importantes questões relacionadas à Inovação e Modernização Tecnológica Periféricas e Inovação e Adaptação ao Aquecimento Global. O Seminário se constitui em um Fórum de reflexão e debate, cujo resultado serve de subsídio a decisões de Política e Gestão. O PADR, além de elaborar a programação do evento, cedeu o espaço para realização de mesas redondas. 
A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) tem sido parceira do PADR através do Programa de Mestrado em Economia (PIMES) através de círculo de palestras, publicação de livros e artigos em co-autoria e projetos de pesquisa. Além do PIMES, o PADR mantém relações com o Programa de Pós-Graduação em Administração. O professore Charles Ulisses Montrevil Carmona foi professor visitante aqui no programa e lecionou a disciplina “Seminários em Tópicos Específicos 1” em 2012 no PADR. Também se destaca as relações com o Programa de Pós-graduação em Geografia, no qual a Prof. Maria Gilca Pinto Xavier realizou seu estágio pós-doutoral em Geografia Econômica no ano de 2013. 

O NEC, em parceria com a Fundação Apolônio Salles de Desenvolvimento Educacional - FADURPE tem nesses últimos anos participado de diversos contratos e convênios com instituições nacionais e internacionais para realização de pesquisas, avaliações de programas regionais e elaboração de projetos de desenvolvimento rural sustentável, entre os quais vale destacar: SEBRAE/FADURPE/CEAGEPE/ABRACEN/UFRPE, Execução do Programa Horti&Fruti Qualidade para CEAGEPE (Companhia de Abastecimento e Armazéns Gerais do Estado de Pernambuco) em âmbito nacional, visando a melhoria dos padrões de qualidade do setor hortifrutícola, convênio ainda em vigor. 

A equipe do NEC e do Programa (PADR) mantém tradição de intercâmbio institucional nas áreas de ensino e pesquisa. Citam-se, como exemplo, as articulações com instituições (governamentais e não governamentais) nacionais e estrangeiras, tais como: Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ), IPA- Instituto de Pesquisas Agronômicas do Estado de Pernambuco, SUDENE - Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, IEDES (Instituto de Estudos do Desenvolvimento Econômico e Social da Universidade Paris I), CMV (Centro de Mulheres de Vitória de Santo Antão), SNE (Sociedade Nordestina de Ecologia), entre outras.
 
Está em andamento uma nova proposta para CAPES-COFECUB com a Universidade de Paris I (Economia), UFPE (Economia) e PADR/UFRPE direcionada para a área de análise de políticas públicas devendo ser apresentada à CAPES neste ano. Em abril de 2013 recebemos a visita do professor Christophe Starzec de Paris I para definições e encaminhamento da proposta. Esta proposta promoverá o intercâmbio de docentes e discentes entre as universidades participantes e, certamente melhorará o desempenho do PADR nesse item de avaliação. 
 
Em 2013, a Prof.ª Gisleia Benini Duarte realizou o seu estágio pós-doutoral na Unversity of Illinois – Urbana/Champaign na área de teoria econômica. Esse intercâmbio gerou publicações em periódicos de Qualis A1 e B1, por parte da professora em coautoria com professores de Illinois e de outros programas no Brasil. 

Como já mencionado, o Prof. Rodolfo Araújo de Moraes Filho iniciou em 2012 um projeto de extensão financiado pela Agência Brasileira de Cooperação, no qual tem objetivo de desenvolver capacidades profissionais na Mauritânia, na área de Educação Rural mediante o fortalecimento institucional da Escola Nacional de Capacitação e Extensão Rural (ENFVA) na região de Kaédi. 

Professores da UFRPE e do PADR deverão se deslocar para o país da Mauritânia (Convênio Firmado entre o Ministério das Relações Exteriores/ ABC (Agência de Cooperação do Brasil /UFRPE e o IPA - Instituto de Pesquisas Agrícolas de Pernambuco) com o fim de ministrar aulas com o fim de treinamento e atualização de professores de nível técnico da Escola ENFVA. 

O Professor José Ferreira Irmão desde 2012 mantém um projeto de pesquisa em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco pelo Programa de Pós-graduação em Economia em coordenação conjunta com a Prof.ª Márcia Maria Guedes de Moraes Alcoforado. O projeto intitula-se: SOCIO-ECONOMIC ANALYSIS OF AGRICULTURAL PRODUCTION SYSTEMS. O projeto é financiado pelo CNPq para estudo das questões relacionadas com a água na Bacia do São Francisco, em convênio Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Ministério da Ciência e Tecnologia do Brasil, Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e a Universidade de Frankfurt.